9 de maio de 2016

Meu Mundo Caiu



Quando pensei que era mais forte
E só por pretensão, te deixei ir além
Pensei que fosse ficar
E se fosse, não mais voltaria

Enquanto eu sorria, em teu colo
Você serenamente olhava o horizonte
Planejava o impensável
Sonhava com realidades distantes
E se eu Fosse, Não mais me aceitaria

Quanto Custa Sonhar Um Momento?
Acordar depois de vidas passadas
Descobrir que a realidade não é sonho
E se Fosse Não mais Acordaria?

Quando pensei que era Mais forte,
E sem pensar deixei você ir além
Pensei que fosse ficar de Pé
E se voltasse não mais ficaria

Então,
Meu Mundo Caiu
...
Aos Teus Pés








9 de março de 2016

Se eu Disser…


Se eu não soubesse onde te encontrar
Saberia onde procurar,
E dizer que Sei o que sinto
Não diz Nada,
Porque você já sabia,
Mesmo antes que eu tivesse certeza
A dúvida saía pelas frestas
Ao simples olhar da Janela
Ja nela, a Alma que canta
Assoviava
Um des-encanto
Quebrava
A armadilha
Enrolava
O laço
Amarrava
O Calcanhar
Aquiles que o diga
A prisão do Amor não é nada
Se eu disser que Minha Alma é Negra
E provar que o Negro Véu,
Ainda que na luz obscurece os sentidos
Se o Amor que eu Não disser
For feito Rosa, ou feito Rocha
Tanto faz, que seja Amor
Que seja leve na Alma,
Feito a pluma de um
...
Anjo Negro
Se eu Disser que Não Amo
Diga por favor que Minto
Que o Amo, Ama sempre
Que o Doce, ainda que amargo
Se faz com mel, aquele doce feito de Fel
Onde estivemos outro dia?
Me Lembro que Dizia,
Vamos A’o’Mar
...


8 de março de 2016

O Dia da Nega...



O Som de uma música apenas,
Não poderia reproduzir toda a admiração que sinto por você.
Em pleno Céu de Inverno, Uma Luz aquece o coração,
Entre as nuvens Cinzentas que cobrem o céu.
Não há Poema que descreva, não há declaração que esclareça,
A Alma de Mulher que Habita esse Corpo singelo.
Em um dia apenas não dá para homenagear, quem dia após dia faz a Vida valer a pena,
Faz sorrisos se abrirem ou lágrimas de emoção rolarem…
Um dia Apenas, seria muito mesquinho, pra se dedicar a Ela
Mas, Hoje é o Dia…
Entre tantos outros um dia dedicado especialmente
Em homenagem, em honra, em defesa, em apoio
À Ela, “Minha Nega” e a tantas outras
Negras, Brancas, Morenas,
As palavras me fogem no momento
Um desconforto, Misto de emoção e de veneração
Como descrever o indescritível?
Como dizer o Indizível, Como Poetizar?
Quando os Versos já se materializaram em forma humana?
Distinta de versos sons e rimas
Recheada de In-versos, Música e Ritmos
E entre todos os outros dias temos um em especial,
Entre Milhares de Homenageadas, tenho uma em Especial
Que significa mais do que Todas as demais
Uma que se torna tão especial, que não cabe aqui,
Não cabe em um dia apenas, Não cabe em um Poema apenas,
Mas coube perfeitamente em meu coração
Encaixe perfeito em minha Vida
Feliz Dia das Mulheres Erica May

PS:
Josafá, Seu Wolverine <3 <3



26 de novembro de 2015

Um Mundo à Parte

O Mundo é Um Sonho
Um sonho real,
Que sonho acordado pensando no passado
E aqui, vivendo o futuro
Vou esquecendo o presente
Não há distância, nem muros, bem paredes
O estado é de sublimação
E a vida é uma viagem
Que fazemos juntos,
Mesmo às vezes sem nos vermos
Entrando no balão do Tempo
Onde tudo é real, e a Fantasia é o Vento
O sonho nos conduz, e induz à Magia
Em um prazer indescritível
De uma vida em outro plano
Não há nada nem ninguém
Nosso mundo é só nosso
Sem os males, sem a guerra, sem as dores
Nem tambores
Mas há sim, há Música na Alma
Um som que nos acalma
Que nos leva ao infinito onde tudo,
Tudo é possível
Inclusive lá, é permitido SONHAR
...




29 de setembro de 2015

Outono...


Do Outono, 
Que aos teus pés lança
Folhas dispersas em pensamentos
De cores vívidas, de vidas quase mortas
Colorindo teu chão, descobrindo teu Céu
Entre as árvores, 
Arbustos que enxergam Estrelas
E do topo das árvores orvalho que cai 
Iluminando a relva

Da Lua,
Que no Outono brilha te mostrando a Trilho
Onde pisa teus sonhos, que embora distante
Ilumina o sorriso das almas
Que nos lábios sussurram uma prece, um poema
De tempos antigos, de poetas vividos
Que nos livros deixaram uma parte da Vida

Dos Pés
Que outrora Corriam
No Outono caminham na areia
Devagar, sem pensar, a Sonhar
E o Mar, que sempre calmo
De repente se volta em Ondas que Gritam,
“Foge! Que o Caminho é seguro!”

No Topo do monte as árvores acenam
E as Folhas Do Outono
Fazem a Trilha segura
Colorindo o Caminho
Desvendando mistérios
Que no inverno da alma
Guardamos 'ad eternum'




6 de julho de 2015

Magia Negra

...
No tempo, desatento
Em des-encontro, pesado
Pelo apego ao des-amor
Me embriago em poucas letras
Me perco no teu rítmo
E fico alucinado no teu re-pique
No big-bang do tambor
Na batida, o coração di(s/z)-para...

A noite se re-faz, Negra Magia
E os sons se polarizam
A pele se contrai
Os ritmos se confundem
Dos poros a essência
E nos sentidos uma onda

É o Som, o cheiro, o ar
No re'fl(s)exo a Magia
.....Na essência Negra
De Corpo, Alma e Espírito
Porque não é só o Tom
É o Som, a Voz a Consciência, o Ritmo...

E no des-compasso
O tempo vai, levando você
No rítmo do ritual,
Embalado pelo som das estrelas,
Na claridade do olhar
E no apagar das velas
À Brisa que soprou
E a Magia se fez
......Negra.........



30 de junho de 2015

Novas Estações...


Hoje a Lua me disse que
Teremos chuva em breve
E o Amor brotará na terra seca
Dos corações en'desertados
Das almas arenosas fluirão rios
E o caminho será florido novamente...

Haverá fruto em cada lábio
Um sorriso em cada olhar
Uma borboleta em cada flor
Uma sombra fresca em cada curva do caminho
E uma relva verde coberta pelo orvalho a cada
amanhecer.

Teremos em breve chuva,
Disse-me hoje a Lua,
E da árida Terra brotará a vida
Apesar das lágrimas, haverá alegria,
Apesar da dor haverá Felicidade,
Apesar das incertezas da Vida,
Haverá Fé...
E uma nova Semente Brotará nos corações...


24 de junho de 2015

Coisas Secretas

#Nostalgia de 2009

Estive pensando...
Quando nos vermos vou olhar nos teus olhos
E dizer o que sinto
Pensei que talvez não sinta o que eu digo
E então eu descubra,
No meio da chuva que molha o meu rosto
Teu corpo charmoso, cheiroso
Me causando desgosto, através do vestido...
Confunde os sentidos,

Estive pensando...
Quando nos vermos vou olhar nos teus olhos
E sentir o que digo
Pensei que talvez não diga o que sinto
E então eu descubra,
No meio da chuva que molha o meu rosto
Teu corpo charmoso, cheiroso
Me causando desgosto, através do vestido...
E num suspiro, Sussurro teu nome...

É evidente,
Te Amo
Secretamente desejo
Eu desejo,
Teu corpo, Calor, Teu amor
E Teus desejos me atordoam,

E no meio da chuva que molha o teu corpo
Meu rosto molhado, cansado
Reflete embaçado através do espelho
E num suspiro, Sussurro teu nome...

Estive pensando...
Quando nos vermos vou olhar nos teus olhos
E dizer o que sinto


...

Josafá Gomes Pereira
Publicado Originalmente em: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=111927 © Luso-Poemas

Versão 3.8...

Versão 3.8 Instalada com Sucesso...
Atualizando Sistemas... Isto pode demorar alguns dias...
Embora eu sinta falta de algumas pessoas comigo, me sinto em paz, realizado, e vislumbrando novos tempos...
Novos componentes, novas configurações e novas possibilidades estão sendo implantadas...
Que se aumente a Potencialidade do Amor,
Se desacelere as angústias virais,
Que Novas Ferramentas aumentem a produtividade da Alegria,
E que a Paz, seja sempre o aplicativo principal...
Feliz...
  gnome 3.8

17 de junho de 2015

Meu Universo...

Olhando daqui,
O mundo é pequeno pra nós dois
Não dá pra ver nem o Sol
E as estrelas?
Parecem fugitivos vagalumes
Em profusa confusão

Eu vou te bucar qualquer hora
E te levar comigo a qualquer lugar,
Qualquer lugar,
E em um Universo distante qualquer,
Encontrar um abrigo,
Onde...
Onde o Sol seja nosso guia
E as Estrelas nosso teto...

Olhando daqui,
O mundo é estranho demais
Não dá nem pra te ver
Meu Sol,
E as Estrelas?
Fazem a trilha em confusa profusão...

Qualquer hora vou te buscar,
E te trazer pro Meu Universo...






10 de abril de 2015

Antes do Sonho...


Há de se Parar, Antes de Sonhar
Parar a Lida, a fadiga o cansaço...
Des-cansar, do dia, do tempo Fati(g)ado
Da Trilha sonora, do tic-tac das horas...

Antes de Sonhar Há de se-Parar...
Se-parar um tempo, um momento
Se-parar os sorrisos, as lágrimas,
Enterrar a mágoa, esquecer as des-ilusões
Refazer o castelo, e esperar a próxima Onda...

Um cochilo apenas, e se vive uma vida
Em sonho real, entre a Fantasia e a Loucura
O Tempo e o Espaço s'aturam
Os limites se dilatam,
As fronteiras se con-fundem

Das Horas, do Tic-Tac, da Sonora Trilha
Tempo Fati(g)ado do dia Des-cansa(Do'r)
O Cansaço, A fadiga a Lida Parar
Sonhar (de) Antes de Parar, se Há...




31 de março de 2015

No Des-Caminho, Um Rumo...



Entre Tantas incoerências da Vida, a pior delas é quando nos sentimos enganados pelo Destino, quando acreditamos piamente que algo é verdadeiro, ou que estamos na direção certa e vem a Vida e Esfrega na sua cara que você esta(va) redondamente enganado...
É tão grave, que somos tentados a não mais acreditar na Vida, Ignorar a Bondade, e Mortificar qualquer expressão de Afeto e Carinho, afinal, essas coisas nem sempre retornam...
E aqui abro um parêntese para me reportar à "Lei do Retorno" que basicamente usa a expressão Bíblica "Você Colhe o que Você Plantar". (Outro dia li em uma Postagem no Facebook e pensei: Puxa vida eu devo ter semeado muita coisa ruim...).
Então, e quando você faz tudo certinho, como "manda o figurino" e a coisa só sai ao contrário, planta abóbora e colhe abacaxi... Tipo a Música que diz "You Said God Bay, and I Said Helo!" (Eu digo Olá, e você diz Adeus...). Dar Atenção e receber Despreso, Amor e receber Indiferença... Essas coisas são mais comuns do que imaginamos... Como lidar com elas?
Nesses momentos somos confrontados com uma “bifurcação” no caminho, mas não se engane, é uma bifurcação onde você não tem poder de decisão, apenas escolhe... E, irônicamente, o Destino espera você escolher, aí, quando você Escolhe e Decide cair de cabeça naquilo, Ele dá aquela gargalhada sarcástica e diz por aqui você não pode ir...
E aí amigo(a), não adianta insistir, ele é irredutível, implacável, e por mais que você relute em ir por onde instintivamente escolheu, acreditando piamente que é a melhor opção, você fatalmente irá pelo caminho que você Não quer...
É isso que chamo de Des-Caminho, é quando as coisas desandam, e como diria Kim “Joga o cobertor, acende a lareira Que a vida tá descendo uma ladeira só”...
E aí, exatamente aí surge um Novo Rumo, até então ignorado por nós, por estarmos cegos, olhando apenas para a direção que pensávamos ser a direção certa.
Então, o desafio agora, é conhecer o desconhecido, Confiar no Destino e dar um passo para aquilo que Ele irá nos apresentar, e, independente do que for, Viver Intensamete... E esperar a próxima Curva, a próxima encruzilhada... Quem sabe acertamos na escolha da próxima vez?
Afinal, o Ciclo continua, em cada Fim, um Novo Começo...







26 de setembro de 2014

Quando Você Voltar...


Quando você voltar 
Quero ter o melhor sorriso em meus lábios
Oferecer o abraço mais carinhoso,
O beijo mais doce,
E um Amor Refeito

Quero esquecer os dias de angústia
Lembrar os sorrisos e alegrias
Rir das bobagens sentidas
dos medos vividos
E me curar das dores sofridas
Das noites mal dormidas...

Quero ser melhor,
Mais amável, menos amargo
Enxugar tuas lágrimas e afagar tuas dores
Refazer nosso sonho e
Reinventar as alegrias sufocadas
Deletar a distância e recuar a ausência

 Eu estarei pronto quando você voltar
Para ser para você o que nunca fui
Para  oferecer mais
E vivermos o que sonhamos,
Mas por medo preferimos acordar...

Eu estarei aqui pra você,
Quando você voltar

S2S2